Artigos

Além das Alturas: 11 Curiosidades Incríveis que Você Não Conhecia sobre o London Eye!

Explorando a grandiosidade de Londres, o London Eye foi inaugurado em 2000, uma joia contemporânea entre as preciosidades históricas britânicas. 

Concebido pelos brilhantes arquitetos da Marks Barfield, rapidamente se tornou um ícone inconfundível da metrópole. 

Não apenas um ponto turístico, mas um fenômeno reconhecido internacionalmente, acumulando mais de 85 prêmios. 

Prepare-se para desvendar 11 curiosidades incríveis sobre a fascinante London Eye, onde a modernidade encontra a tradição com uma vista panorâmica deslumbrante!

 

1. É o destino turístico mais popular (pago) da Inglaterra

Com uma contagem anual de mais de 3,5 milhões de visitantes, o London Eye é facilmente classificado como a atração turística mais paga da Inglaterra.

Esta roda gigante de renome mundial oferece uma vista deslumbrante da cidade e é absolutamente imperdível para quem procura uma experiência inesquecível.

Por outro lado, com mais de sete milhões de visitantes anualmente, o Museu Britânico está facilmente no topo da lista das atrações gratuitas mais populares.

Mesmo sendo mais caro, o London Eye oferece vistas deslumbrantes da cidade britânica e definitivamente vale o dinheiro gasto.

Leia também: Triunfo dos trava-línguas: dominando os desafios da pronúncia em inglês

 

2. A intenção era que a roda gigante ficasse lá apenas por um curto período de tempo

Tal como a Torre Eiffel, o London Eye foi originalmente concebido para ser uma atração transitória que só seria vista durante cinco anos.

Sua magnificência e popularidade, de forma um tanto inesperada, fizeram com que os planos mudassem.

Depois de receber uma licença permanente em julho de 2002, a roda gigante consolidou seu lugar entre os espetáculos metropolitanos de Londres.

Essa curiosidade revela a surpreendente metamorfose de um conceito transitório para um símbolo duradouro na paisagem turística da cidade.

 

3. Data de inauguração atrasada

A London Eye teve um grande contratempos antes de sua data inicial oficial de inauguração, 31 de dezembro de 1999, apesar de ter sido inaugurada oficialmente pelo primeiro-ministro britânico Tony Blair.

A estreia pública, prevista para o ano 2000, foi adiada devido a uma falha de segurança numa das cápsulas.

Em 9 de março de 2000, a roda gigante finalmente foi aberta ao público assim que os problemas foram resolvidos, encerrando um capítulo inesquecível e iluminando as dificuldades enfrentadas na construção deste marco icônico de Londres.

Leia também: Jogos gramaticais em abundância: estratégias divertidas para o domínio da língua inglesa

 

4. Orgulho britânico (com parceira de outras nações)

A London Eye, resultado da cooperação global, é um verdadeiro emblema do orgulho britânico. Engenheiros do Reino Unido conceberam-no e uma rede de contribuições europeias contribuiu para o seu desenvolvimento. 

A estrutura de aço britânica chegou da Holanda, os cabos de suporte da Itália, os rolamentos da Alemanha e o eixo de ferro fundido Skoda da República Tcheca. 

O vidro, vindo de Veneza, e as cápsulas, produzidas por fábrica francesa especializada nos Alpes, demonstram a variedade de competências e recursos que se uniram para criar este conhecido símbolo britânico.

 

5.  São 32 cápsulas (numeradas de 1 a 33!)

As 32 cápsulas do London Eye são numeradas de 1 a 12 e de 14 a 33; estranhamente, o número 13 é evitado por cautela. 

O que é estranho é que falta esse número supersticioso. Além de proporcionar vistas deslumbrantes, essas cápsulas que simboliza os 32 distritos de Londres. 

Juntamente com o brilhantismo técnico da roda gigante, os hóspedes poderão apreciar uma representação numérica única da grande diversidade que constitui a dinâmica metrópole de Londres nesta extensa excursão.

 

6. A vista 

Quando a visibilidade é boa, a experiência do London Eye é incrível, proporcionando uma vista deslumbrante até 40 quilômetros de distância. 

Esta incrível amplitude visual permite que os turistas considerem locais fora de Londres, bem como locais famosos de Londres. 

O imponente Castelo de Windsor é impressionantemente visível, enfatizando como este passeio na roda gigante não apenas destaca a beleza inerente de Londres, mas também proporciona uma visão distante das maravilhas arquitetônicas e naturais que pontilham o horizonte inglês.

 

7. Grande capacidade de lotação 

Com potencial para acomodar até 800 passageiros em cada rotação, o equivalente a 11 ônibus de dois andares, o London Eye é absolutamente surpreendente. 

Essa conquista logística demonstra a eficácia da atração em atender um grande número de visitantes e proporcionar a todos uma experiência envolvente. 

Portanto, mesmo diante do que parecem ser grandes filas, o movimento rápido do gigante londrino garante que a espera seja curta e que todos possam apreciar de forma eficiente e emocionante as vistas deslumbrantes da cidade.

 

8. A iluminação

A London Eye mudou sua iluminação em 2006, quando a tecnologia LED foi implementada, resultando em variações marcantes de cor, intensidade e ritmo. 

Além de serem esteticamente agradáveis, as luzes da roda gigante podem ser ajustadas para celebrações e outras ocasiões especiais. 

A iluminação do casamento do Príncipe William e Kate Middleton foi sincronizada em tons de vermelho, branco e azul, criando uma homenagem vibrante e atraente a esta ocasião real e importante. 

A London Eye conta também com uma tela dinâmica que reflete a atmosfera de Londres graças às suas luzes flexíveis.

 

9. Cada rotação leva meia hora

Como a London Eye leva exatamente trinta minutos para completar uma rotação completa, cada viagem é serena e reflexiva. 

Os visitantes podem desfrutar de vistas panorâmicas deslumbrantes de Londres graças a esta medida cuidadosamente planejada, que lhes dá bastante tempo para apreciar a majestade dos locais famosos e da metrópole em constante mudança. 

O ritmo constante e uniforme da roda gigante cria um passeio bonito e relaxante, o que permite aos passageiros absorver todos os aspectos e formar memórias para a vida toda durante a viagem de trinta minutos.

Leia também: Provérbios intrigantes: decodificando a sabedoria por trás das expressões proverbiais inglesas

 

10. A London Eye é a terceira maior roda-gigante do mundo

Indiscutivelmente a terceira maior roda gigante do mundo, a London Eye é majestosa em sua majestade. 

Erguendo-se a 135 metros acima do horizonte de Londres, oferece vistas deslumbrantes da cidade. 

A sua magnificência não só o estabelece como um marco famoso, mas também chama a atenção para o incrível feito arquitetônico que envolveu a criação deste notável destino turístico. 

Por fim, a London Eye, uma das maiores rodas-gigantes do mundo, nunca deixa de surpreender os turistas com suas vistas majestosas e presença imponente enquanto gira lentamente no centro de Londres.

 

11. Toda a graxa utilizada nas estruturas é comestível

O curioso é que toda a graxa usada nas engrenagens da London Eye é comestível. 

Essa estranheza inclui um fascínio distinto, além da preocupação com a segurança e manutenção eficaz da roda gigante. 

Qualquer visitante curioso sobre a natureza do material utilizado nas engrenagens pode ter a certeza de que é totalmente seguro. 

Aliás, essa peculiaridade não só chama a atenção para a atenção requintada do London Eye aos detalhes em seu funcionamento, mas também dá à já interessante experiência um toque único.

Se você curtiu o nosso artigo sobre“ 11 Curiosidades Incríveis que Você Não Conhecia sobre o London Eye!” e quer ficar por dentro de outros conteúdos como este, não deixe de acompanhar nosso blog.

Avalie a post

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *