Artigos

Como estudar na França?

como-estudar-na-franca

Iniciar os estudos em qualquer instituição de ensino superior é uma coisa muito séria que poderá abrir várias portas para o estudante que consegue concluir o curso.

A finalização do curso fornece para o estudante um diploma que comprova que ele concluiu todas as matérias e demais atividades necessárias para alcançar todo o conhecimento que ele precisa.

O estudante precisa de muita dedicação para conseguir obter o seu diploma de ensino superior.

São necessários longos anos de estudos e ainda é preciso realizar um trabalho de conclusão que costuma causar muita dor de cabeça por causa de sua grande dificuldade.

O diploma de ensino superior não é algo fácil de conseguir, mas é o sonho de várias pessoas por causa das possibilidades que ele consegue trazer para suas vidas.

O diploma oferece várias vantagens, principalmente quando ele é adquirido na França, um país que está sendo cada vez mais procurado pelos brasileiros que desejam realizar o sonho de concluir o ensino superior.

A França possui vários atrativos para os estudantes, além de instituições com ensino de qualidade, o país tem várias opções de benefícios que incluem auxílio moradia e saúde.

Separamos algumas informações importantes para ajudar quem está pensando em estudar na França, confira os próximos tópicos para ficar por dentro do assunto.

 

  • Custos
  • Documentos que precisam ser traduzidos
  • Como se candidatar
  • Visto de estudante

Custos para estudar na França

Os custos para estudar na França são variados e o estudante pode receber vários benefícios que tornam toda a experiência mais econômica e viável.

O país oferece bolsas de estudos, possui moradias especiais e vários outros suportes que podem facilitar a vida do estudantes, mas ainda será necessário desembolsar uma quantia de dinheiro para sobreviver e estudar na França.

Os custos com a mensalidade da faculdade podem ser menores com a ajuda de bolsas de estudos, mas os valores variam de acordo com o curso escolhido e com a instituição desejada.

Os valores podem variar entre 380€ e 3.770€ por ano, esses custos são referentes apenas as mensalidades das instituições, pois a alimentação, transportes, moradia e qualquer outro gasto não estão inclusos nesses cálculos.

O custo médio de um estudante com alimentação, moradia e transporte pode ser de 700€, mas esse valor pode ser maior dependendo da região que ele mora.

Os gastos do estudante também podem ser menores, não é possível garantir que o custo será exatamente esse, é apenas uma média calculada com base nos dados fornecidos pelo país.

Documentos que precisam ser traduzidos para estudar na França

Para conseguir realizar o cadastro em uma instituição de ensino superior na França, será necessário apresentar vários documentos e alguns deles precisam ser traduzidos.

Recomendamos que todas as informações que você considerar interessantes para melhorar o seu currículo, sejam traduzidas para facilitar a compreensão da instituição que está recebendo a sua candidatura.

Cartas de recomendação podem fazer parte da sua candidatura e não precisam estar traduzidas, mas essa decisão é do estudante que deve escolher as melhores informações para passarem pelo processo de tradução.

É obrigatório que todos os documentos oficiais passem pelo processo de tradução, eles são o histórico escolar, diplomas, cursos e a aprovação no vestibular.

A carteira de identidade, passaporte e demais documentos semelhantes não precisam ser traduzidos quando a sua finalidade é realizar a candidatura em uma instituição de ensino na França.

Como se candidatar para estudar na França

Estudar na França exige alguns requisitos básicos que devem ser cumpridos pelo futuro estudante previamente para garantir uma vaga em uma das instituições francesas.

Os estudos devem começar com antecedência, pois é necessário possuir um diploma que comprove a conclusão do ensino médio e também será essencial ter conseguido uma vaga em um vestibular.

A vaga no vestibular deve ser adquirida ainda no território brasileiro e a aprovação precisa ser na mesma área do curso que o estudante pretende realizar nas instituições francesas.

Além da conclusão no ensino médio e da vaga no vestibular, o estudante também precisa possuir conhecimento em francês ou inglês. Será necessário comprovar as habilidades no idioma, pois as aulas serão administradas na língua estipulada.

No tópico anterior, falamos sobre os documentos que precisam ser traduzidos. Todos eles precisam estar presentes em sua candidatura para que ela resulte em uma vaga nas instituições de ensino francesas.

Após concluir o ensino médio, realizar o vestibular e conseguir a tradução de todos os documentos necessários, é hora de dar inicio a sua candidatura.

Pesquise pela instituição que deseja ingressar para descobrir quando será iniciada a inscrição para novos candidatos. Cada universidade poderá possuir um prazo específico, portanto, é essencial ficar atento as datas.

Encaminhe sua candidatura para a instituição que deseja e pronto, é só aguardar pela resposta que deve ocorrer após uma entrevista.

É importante ressaltar que o estudante ainda precisará solicitar o visto para poder permanecer no país.

Visto de estudante para estudar na França

O visto de estudante é obrigatório para todos os brasileiros que desejam permanecer na França por mais de 90 dias com o objetivo de estudar, principalmente quando o objetivo é cursar uma universidade.

Para adquirir o visto o estudante deverá apresentar uma comprovação de que foi aceito em uma instituição de ensino superior francesa, conseguir demonstrar que é capaz de se sustentar pelo tempo de duração do curso e mostrar que possui uma moradia na França.

A comprovação de que consegue se sustentar pode ser substituída pela apresentação de uma bolsa de estudos ou de um fiador. O estudante precisa planejar como será sua vida na França antes de começar seus estudos.

O planejamento é necessário para evitar que aconteçam transtornos durante a estadia no país, pensando nisso é interessante saber que os estudantes podem trabalhar e fazer estágios durante sua formação acadêmica.

O visto permite que o estudante trabalhe nos territórios franceses para que não passe nenhum sufoco financeiro enquanto está no país, mas é importante ficar atento a carga horária permitida.

O visto é o começo de uma grande jornada, pois ele será o responsável por permitir que o estudante entre na França, inicie os seus estudos e até encontre um trabalho no país.

A jornada para começar a estudar na França começa com a busca por informações de como realizar todo o processo inicial de cadastro nas instituições e ela só termina quando você conseguir o seu diploma.

 

 

 

Avalie a post

Leave a Reply

Your email address will not be published.