Artigos

Crise migratória: Nova York impõe obstáculos a solicitantes de asilo

A requerente de asilo, Blanca, de 35 anos, tem dois filhos que residem em Nova York e encontra-se em uma situação desafiadora. 

Seu pedido de asilo está sendo analisado, assim como o de sua filha mais velha. No entanto, Blanca não pode trabalhar sem permissão e em breve deixará o abrigo no dia 27 de dezembro. 

À medida que o número de requerentes de asilo em Nova York se aproxima de 66 mil, o prefeito Eric Adams anuncia uma “crise migratória nacional”. 

Desde abril de 2022, a cidade recebeu mais de 142 mil ações judiciais, com um custo estimado de US$ 5 bilhões, colocando em risco programas e recursos para a segurança de jovens e adultos. 

Leia também: Aplicativo do Ministério da Educação “Clique Escola”: Educação na palma da sua

Adams deseja que o governo federal adote uma abordagem coordenada para diminuir a carga sobre grandes cidades como Nova York. 

Apesar dos seus avisos sobre as limitações de capacidade, muitas pessoas ainda se mudam para a cidade porque é muito simples obter documentação.

Por outro lado, Ayoub Chaikhi, nascido no Marrocos, enfatiza a ajuda aos imigrantes em Nova York com problemas burocráticos. 

Vale destacar que a cidade está sob pressão para abrigar mais requerentes de asilo, por isso apela ao governo federal por respostas coordenadas.

 

Fonte: UOL 

 

Encontrou algum erro no artigo? Avise-nos.

Avalie a post

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *