Artigos

Como ser dentista em Portugal?

como-ser-dentista-em-portugal

Tempo de Leitura  6 min

Afinal, você quer ser dentista em Portugal? Mas você se pergunta: “como ser dentista em Portugal?”.

Ora, há uma variedade de etapas burocráticas necessárias para validar o diploma de odontologia em Portugal, por isso é importante ficar de olho nelas.

Nesta postagem, explicaremos as etapas envolvidas, bem como a documentação necessária e as instituições de ensino reconhecidas às quais você precisará se inscrever.

Também discutiremos as perspectivas de desenvolvimento profissional e remuneração desses especialistas na Europa.

Não importa que tipo de trabalho você faça, encontrar um emprego em outra nação é um esforço difícil.

O processo de validação e identificação de documentos pode ser muito mais difícil em outras áreas, como a saúde. E a inscrição na Ordem dos Médicos Dentistas, OMD, é um requisito na área da Odontologia.

Enfim, veja nas próximas linhas como ser dentista em Portugal.

Vamos lá?

Como validar o diploma de dentista em Portugal?

Para exercer a profissão de dentista em Portugal, você deve ter um diploma em Odontologia de uma instituição de ensino superior no Brasil certificada pelo MEC para se candidatar ao procedimento.

Outra coisa que se deve atentar é que em Portugal, Medicina Dentária é o nome dado ao curso de Odontologia, por isso ao pesquisar nas instituições de ensino de Portugal sobre Odontologia você deve usar a palavra Medicina Dentária.

Dê uma olhada no programa das universidades

Para validar um diploma brasileiro, o primeiro passo é descobrir uma faculdade com currículo comparável ao que cursaram no Brasil. Assim, para agilizar o processo de certificação, você deve escolher um curso com um currículo semelhante ao anterior.

Se procura uma instituição de medicina dentária em Portugal, consulte o site da DGES (Direção Geral do Ensino Superior).

Hoje em dia, o Brasil tem à disposição para conseguir validar o diploma de dentista em Portugal:

  • Universidade de Coimbra, Lisboa, Porto
  • Instituto Universitário de Ciências da Saúde
  • Instituto Universitário Egas Moniz
  • Universidade Católica Portuguesa
  • Universidade Fernando Pessoa

Aliás, o reconhecimento do diploma só pode ser solicitado nas escolas públicas e colégios politécnicos, de acordo com as orientações da DGES.

Busque fazer a entrada no pedido

Em Portugal, existem três métodos para fazer o pedido, embora apenas dois deles se apliquem aos cursos brasileiros.

Entre no site da DGES para uma solução caso a caso para determinar qual a modalidade mais adequada para si.

Depois de selecionar uma instituição e fazer uma simulação, o próximo passo é obter o formulário de Reconhecimento de Graus e Diplomas Estrangeiros, que se encontra na DGES.

Fornecendo a documentação necessária

Todos os campos devem ser preenchidos e todos os documentos anexados para o envio do formulário de pedido de validação do diploma, veja abaixo quais são os documentos precisos:

  • Cópia do diploma ou outro certificado emitido pela instituição de ensino superior estrangeira,
  • Número de registro de grau ou diploma em cópia de documento emitido por instituição de ensino superior estrangeira.
  • A versão original de um diploma ou certificado emitido por uma universidade estrangeira,
  • Conteúdo programático completo das disciplinas do curso de Odontologia feitas, bem como há certos comprovantes que também terão que ser entregues, isso pode variar do que a instituição de ensino superior de Portugal pedir.

como-ser-dentista-em-portugal

Exame complementar

A princípio pode haver mais de um exame necessário para determinar as habilidades de um candidato e, em outros lugares, uma tese deve ser defendida para se formar.

Tudo também depende do júri, que se encarrega de analisar todo o procedimento.

O método vai variar de instituição para escola e o grau de semelhança com o curso realizado no Brasil, que determinará o resultado.

E 90 dias após um pedido completo é normalmente um prazo inicial para que o procedimento seja concluído, freqüentemente a duração é maior do que isso.

Os custos variam de acordo com a universidade, portanto, faça sua pesquisa antes de se inscrever em um pedido de validação de diploma de dentista em Portugal.

Considere também a exigência de que apenas um pedido por diploma pode ser apresentado.

Caso comprovem a admissão em mais de um, um deles é cancelado automaticamente.

Por fim, é indispensável que você complete o que está atualmente pendente antes de fazer outra solicitação.

Validação do diploma de mestrado de dentista em Portugal

Validar um mestrado é semelhante a concluir um programa de graduação.

Uma coisa que pode ser alterada é a forma como uma cópia digital da dissertação é explicada.

Regulamentação da Ordem dos Médicos Dentistas (OMD)

A última etapa do procedimento é ingressar na Ordem dos Médicos Dentistas.

A inscrição na Ordem dos Médicos Dentistas está igualmente sujeita às normas previstas na legislação.

Uma apresentação presencial da papelada é necessária neste cenário € 100 é o custo de inscrição.

Para análise de documentação, por exemplo, é possível solicitar mais valores. No final, o profissional terá de pagar cerca de € 10 por uma carteira de trabalho.

Mercado de trabalho

O atendimento odontológico em Portugal está disponível nos setores público e privado, e os profissionais formados no exterior podem trabalhar em qualquer um dos ambientes após obter a documentação legal necessária e preencher quaisquer requisitos adicionais especificados em um anúncio de emprego ou na lista de qualificações para o emprego.

As consultas em clínicas e consultórios particulares são as mais prevalentes em Portugal onde a renda mensal é maior e é utilizado o modelo de sistema que mais conecta os brasileiros.

Uma terceira opção são os concursos públicos de Portugal.

No entanto, deve haver prova de cidadania portuguesa (ou europeia) ou estatuto de igualdade para fazer isso. Aqueles que estão no país há mais de dois anos são elegíveis sob esta última disposição.

Ser dentista em Portugal, vale a pena?

Os dentistas brasileiros que atingiram seu objetivo de trabalhar em Portugal muitas vezes exaltam as virtudes de sua experiência internacional.

No final, melhores condições de trabalho, serviços exclusivos e maior lucratividade são viáveis. Muitos, por outro lado, lamentam as dificuldades de obtenção de clientes.

Como ainda existe algum preconceito em relação aos profissionais estrangeiros que não se formaram no país onde estão empregados.

Pode ser um esforço gratificante para alguns, mas pode ser um tormento para outros, pois eles batalham muito para atrair e reter pacientes ao mesmo tempo em que buscam diferenciais em relação aos outros dentistas.

Com isso, o melhor cenário é o profissional avaliar com precisão a situação e, se não for problema, buscar formas de se destacar aqui mesmo no Brasil.

Profissionais formados no exterior e aqueles que obtiveram seus diplomas fora do Brasil geralmente desfrutam de um alto nível de respeito em no Brasil

De qualquer forma, o consultório dentista em Portugal ou mesmo no Brasil tem de ser visto como um negócio que exige uma atenção estratégica, independentemente do caminho percorrido.

É essencial que dedique parte do seu tempo à promoção do consultório e à melhoria da qualidade do tratamento.

Logo, focar mais em uma gestão eficaz pode ter uma influência significativa nos resultados mensais que seu trabalho oferece.

Por fim, se essa leitura sobre “como ser dentista em Portugal” tiver sido proveitosa, continue conosco para acompanhar as próximas postagens por aqui

Leia Também

Como ser dentista no Reino Unido

Como ser dentista nos Estados Unidos

Como ser dentista no Canadá

Como ser dentista na Espanha

 

 

 

Avalie a post

Leave a Reply

Your email address will not be published.