Artigos

Dubai abre portas para estudantes com visto de trabalho e mercado em alta

Existem seis países principais onde os brasileiros podem estudar e trabalhar legalmente: Austrália, Emirados Árabes Unidos, Irlanda, Espanha, Malta e Nova Zelândia. 

Os Emirados Árabes Unidos, e Dubai em particular, estão se tornando destinos populares de estudo no exterior devido às muitas possibilidades de emprego e à relativa simplicidade de adquirir um visto de estudante que inclua uma autorização de trabalho.

Com um crescimento de 60,5% de 2021 e 2022, a comunidade brasileira nos Emirados Árabes Unidos atingiu 9.630.000 em 2022. 

Com seu mercado de fácil acesso e remuneração razoável, Dubai é um ótimo lugar para estudar inglês e conseguir um emprego.

Dado que 85% da população é composta por estrangeiros, a cidade oferece opções económicas, especialmente para os recém-chegados. 

A ES English, uma escola internacional em Dubai, enfatiza a importância da fluência em inglês para encontrar um emprego remunerado, e a cidade fornece autorizações de trabalho com base no tempo que os alunos passam estudando lá.

Leia também: Por que o IELTS é o Teste de Inglês Mais Aceito do Mundo?

Com a escola cuidando do visto, basta uma cópia do passaporte e uma foto digitalizada para estudar e trabalhar em Dubai. 

Você não precisa apresentar comprovante de renda para obter um visto de trabalho proporcional ao tempo de estudo.

Dubai pode ter um alto custo de vida, mas os estudantes podem economizar dinheiro aproveitando as inúmeras oportunidades de trabalho da cidade e fazendo compras em supermercados conhecidos que vendem produtos brasileiros. 

Aproveitando as zonas francas da cidade e os incentivos governamentais, as empresas brasileiras migram para lá, e também ocupa o terceiro lugar entre as mulheres que viajam sozinhas.

As empresas, principalmente as brasileiras, que exportam muito, consideram os Emirados Árabes Unidos, que possuem cerca de 50 zonas francas, um local atraente. 

E, a variedade de empresas que florescem neste cenário em constante mudança é demonstrada pela existência de empresas de açaí e academias brasileiras de jiu-jitsu.

 

Fonte: EXAME

 

Encontrou algum erro no artigo? Avise-nos.

Avalie a post

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *