Artigos

Tudo sobre as escolas particulares no Canadá

escolas-particulares-canada

Nos últimos dois anos, o número de brasileiros em busca de novos começos fora de seu país de origem aumentou dramaticamente, com o Canadá emergindo como um dos principais candidatos.

Muitas pessoas, principalmente aquelas que estão se mudando com a família, estão preocupadas com o funcionamento do sistema educacional no Canadá, por exemplo, as escolas particulares no Canadá.

Pensando nisso, elaboramos um artigo para falar tudo sobre as escolas particulares no Canadá.

Então, não deixe de conferir o texto até o final!

Como é o modelo das escolas particulares no Canadá?

A princípio poucas pessoas podem pagar sessões privadas porque são muito caras. Eles cobram uma média de US$ 1.000 por criança para mensalidades na área de Toronto.

Eu seria incapaz de pagar duas filhas neste momento da minha vida.

Opções mais baratas podem ser encontradas no interior e em regiões vizinhas.

A partir dessas opções, você pode selecionar apenas para meninas, para meninos, mistos ou religiosos.

Cada um desses tópicos merece seu próprio post.

No entanto, as escolas públicas são frequentadas pela grande maioria das famílias.

Devido ao fato de o Canadá ser um país bilíngue, escolas públicas em francês e inglês estão disponíveis, independentemente de estarem vinculadas à Igreja Católica.

As instituições não religiosas são chamadas de escolas públicas.

Para fazer uma distinção, a maioria das pessoas usa os termos “escolas públicas” ou “escolas católicas””.

Todos os cursos, correspondências e reuniões em escolas de língua francesa (escolas francesas) são realizados, Inglês é ensinado apenas como uma disciplina.

Por fim, popular entre as famílias de língua francesa é esta opção.

Isso não deve ser confundido com a imersão em francês, que é um programa no qual os alunos aprendem francês como segunda língua enquanto frequentam uma escola de língua inglesa.

O processo de matrícula nas escolas particulares no Canadá

Não há longas filas durante o processo de inscrição das escolas particulares no Canadá.

Começar é tão simples quanto ir à escola e pegar um formulário de inscrição.

Você também pode fazê-lo no site da rede católica, seguindo o link acima.

Um aluno do ensino fundamental deve atender a uma série de requisitos antes de poder se matricular.

Bem como pais e filhos são convidados para uma reunião de boas-vindas antes do início do ano letivo para conhecer o corpo docente da escola e saber mais sobre suas operações.

Quais os documentos necessários para efetuar a matrícula?

Normalmente esses são os documentos mais comuns pedidos para fazer a matrícula:

  • Passaporte ou certidão de nascimento
  • 2 comprovantes de residência (contas, contrato de aluguel, etc.)
  • Certificado de vacinação (leia este post para mais detalhes)
  • Para aqueles que não nasceram no Canadá, é necessário comprovante especificando a data de entrada (passaporte e cartão de residência)
  • Se a criança não foi batizada, a certidão de batismo da criança ou a certidão de batismo de um dos pais (somente escola católica – não é necessário traduzir).
  • Solicitação de atribuição de imposto escolar (um formulário no qual você indica se a parte relacionada à educação do seu imposto vai para uma escola católica, pública ou francesa). Ele é dado a você no momento da inscrição na escola.

Esta é a documentação exigida pelas escolas de Toronto e pode variar um pouco com base nas circunstâncias. Entre em contato com a escola do seu bairro se você mora em outra cidade.

Preciso traduzir documentos?

Dependendo da escola, isso pode ou não ser o caso.

Como resultado, o melhor curso de ação é esperar e ver se você precisa traduzir. A Toronto Public Health oferece tradução gratuita do cartão de vacinação.

escolas-particulares-canada

Como escolher a escola?

A princípio cada escola tem uma área designada de operação, ou área de captação, que é referida em inglês como área designada.

A menos que o número total de alunos possa ser acomodado, todas as crianças que moram em uma zona escolar têm uma vaga garantida lá.

É sua responsabilidade encontrar uma vaga na escola local para o jovem frequentar. No ensino fundamental, não no ensino médio, isso se aplica.

O primeiro passo é verificar quais escolas aceitam, enviar uma solicitação por escrito e entrar na lista de espera. Ter uma criança na creche ou ter a pessoa que cuida dela morando em outro lugar aumenta suas chances de entrar na escola.

Por fim, acesse o site do TDSB ou do TCDSB, digite seu endereço e as opções de escolas da sua região serão exibidas.

Como saber se a escola é boa ou ruim?

A princípio existem duas organizações que avaliam o desempenho dos alunos nas escolas.

O EQAO é a primeira organização, é a entidade governamental responsável por avaliar a qualidade das instituições de ensino. Education Quality and Accountability Office é a abreviatura para esta organização.

Existem três níveis dessa prova: 3ª, 6ª e 9ª séries, e é semelhante ao Enem, pois só são examinadas leitura, gramática e matemática.

Bem como relatórios individuais são gerados para cada aluno, cada escola e para toda a província, com os resultados exibidos como um todo.

É um pouco complicado, e não tem ranking das faculdades, o que eu acho estranho. Vale ressaltar que esse teste não foi aplicado nas escolas católicas de Toronto em 2016 porque os professores disseram que o trabalho teria precedência.

A segunda organização é o Fraser Institute, que avalia estudantes nas províncias de Ontário, Quebec, Alberta e British Columbia, entre outros lugares.

Na verdade, Fraser não realiza nenhum exame, em vez disso, agrega dados de testes realizados por cada província, como o EQAO. A Frase usa essas informações para compilar uma lista das melhores faculdades e universidades.

Se você estiver procurando por uma casa, verifique as notas das escolas próximas, mas não se prenda muito a elas.

Bem como fazer uma visita ou conversar com alguém que mora na região pode ser uma boa ideia.

Ao passo que se você for à escola no primeiro ou último dia do ano letivo, terá a oportunidade de ver os procedimentos e talvez até falar com alguns dos pais.

Além disso, o estado em que a escola está localizada é muitas vezes um excelente indicador de quão bem ela é gerenciada. Um ambiente de sala de aula desleixado e imundo não é um bom indicador.

Por fim, caso essa leitura tenha sido proveitosa, acompanhe as próximas postagens por aqui.

 

 

Avalie a post

Leave a Reply

Your email address will not be published.