Artigos

Filtro o Inimigo número 1

No outro dia estava em um mastermind quando começou um discussão sobre o filtro e como ele é o maior destruidor de criatividade em todo universo e também afeta o seu score.

O que é esse filtro?

Vilao SorrindoEsse filtro que estávamos discutindo é o que acontece geralmente quando você é criança e os seus pais lhe dizem o tempo todo não faça isso por que as pessoas não vão gostar, não faça isso por que as pessoas vão olhar feio, não faça aquilo por que você irá se expor, evite cantar desse jeito, evite falar daquele jeito. Em outras palavras, são atribuidos a todos nós tantos padrões do que seria um modelo apropriado de cidadão e como deveríamos agir e nos comportar em toda e qualquer situação que ao crescermos ficamos travados.

Já se sentiu travado?

Quantos de nós nos sentimos travados quando temos que apresentar algo em público, quando temos de expor nossas ideias ou então quando temos de sustentar nossa opinião na frente dos outros, a grande maioria, correto?

O problema de ser criado neste modelo de cidadão perfeito é que ele faz com que você tenha medo, se sinta desconfortável  ou nem mesmo consiga ter sua própria opinião na maioria das vezes.

Porque pessoas criativas geralmente eram rebeldes?

CriminosoEntão, uma vez que os rebeldes nunca aderiram ao sistema, ao cresceram eles desenvolveram uma personalidade mais única e sem medo de expor suas opiniões o que vai de encontro com a criatividade.

Para ser criativo precisamos perder o medo de errar e ir tentando repetidas vezes e testando inúmeras possibilidades até chegarmos ao ponto que queremos.

Vocês devem estar se perguntando a esse ponto ok entendo o ponto mas como isso se conecta com o IELTS, certo?

Todos os anos recebemos milhares de alunos que precisam se preparar para o exame do IELTS, a vasta maioria deles sofre muito em 2 áreas aonde a criatividade é o ponto chave que são o writing e speaking.

Quando falamos em termos de writing, um dos grandes problemas que temos além do inglês é com a mensagem que o aluno passa com sua redação que geralmente é algo superficial e sem densidade suficiente.

O ideal aqui é ao se deparar com uma questão de writing tentar fazer um brainstorm das possíveis ideias que vem a tona sem assumir apenas uma posição ou ter preconceitos.

Por exemplo vamos dizer que o tema seja:

Government investment in the arts, such as music and theatre, is a waste of money. Governments must invest this money in public services instead.

To what extent do you agree with this statement?

Aqui tente fazer um brainstorm sobre o que poderia ser dito assumindo a posição de um lado e depois faça o mesmo para posição contrária. Esqueça o fato que as vezes uma posição ou a outra vai contra a sua opinião. Lembre-se este não é o teste da suprema verdade e sim um teste linguístico no qual o examinador quer entender o quanto de domínio do idioma você possui.

O outro ponto é que muitas vezes embora você queira neste caso defender o investimento em música e teatro, infelizmente você possui um vocabulário mais vasto e amplo para fazer a crítica. Em outras palavras, escolha sempre o lado que é mais fácil para você escrever mesmo que ele não reflita sua forma de pensar.

Um dica é ler o máximo de sample answers que você achar e também digitar sobre o tema no Youtube, aonde você geralmente acha discussões e reportagens sobre tudo. Com isso você irá ampliar seu leque de ideias e vocabulário sobre um assunto em particular.

No speaking um dos grandes problemas que vejo é quando as pessoas precisam trabalhar em cima do CUE Card, muitas delas travam. Vamos analisar um exemplo e como ele pode ser abordado de um modo diferente.

Describe an important tree or plant in your country.

You should say:

  1. What it is?
  2. Where does it grow?
  3. How does it look like?

and explain why is it important?

Não se apavore se receber um cue card como este. Vamos dizer que o João Santos de Minas Gerais recebeu este cue card e ele não sabe nada de nenhuma planta em específico. Então neste caso poderia estrutura uma resposta como:

Uma árvore de extrema relevância e importância no meu país é sem dúvidas a árvore chamada João Santos que tem 4 metros de altura com um tronco firme e imponente. Esta árvore cresce nos subúrbios de São Paulo aonde ainda se encontram matas virgens e áreas de preservação.

Esta árvore não é das mais bonitas, ela relembra um coqueiro porém com o tronco infinitamente mais grosso e uma aparência de marrom claro. Nos dias de hoje a madeira da João Santos é considerada nobre por ser uma especie em extinção a qual madeireiras cobiçam por ser possível fazer móveis de altíssima qualidade, durabilidade e textura diferente a partir dessa árvore. A importância desta se da devido a ser a primeira árvore usada na fabricação dos móveis da família real Portuguesa no Brasil.

O ponto aqui é que você precisa entender que com uma resposta como essa que foi totalmente inventada se feita de uma forma com pouco ou nenhum erro, usando estruturas gramaticais corretas e vocabulário adequado você ainda conseguiria um 9 no IELTs speaking embora o conteúdo não seja verdadeiro.

Assim, a leitura promove a retenção de informação, que é uma precursora de ideias. Além do mais, ler é uma das atividades mais completas para exercitar o cérebro, aumentando as ondas alfa.

  1. Use mapas mentais para organizar seus pensamentos

Os mapas mentais são estratégias eficientíssimas de como estimular a criatividade, visto que você consegue organizar o turbilhão de ideias que está em sua mente, principalmente na hora do speaking.

Durante os estudos, os mapas mentais podem ser muito úteis para estimular a criatividade, pois ajudam a melhorar a memorização, conectam informações fragmentadas e dispersas e dão um panorama geral sobre a situação, tornando mais fácil visualizar o contexto em geral.

Sendo assim, comece hoje mesmo a criar o hábito de mapear mentalmente suas ideias, devendo colocar uma ideal no centro e ir criando ramos ao redor, com os assuntos mais relevantes.

Além disso, uma boa dica é usar palavras-chave, códigos, cores, desenhos e imagens, pois esses ajudam na memorização e processo criativo.

  1. Elabore muitas perguntas sobre o assuntoque está buscando resolver

As perguntas nos ajudam a estimular o nosso cérebro, pois dessa forma passamos a nos desafiar, ou seja, pensar sobre o assunto, ativar a memória, criar conexões mentais e etc.

Por isso, uma das melhores dicas para ser mais criativo na hora do teste IELTS é começar a se questionar sobre as coisas, sobre a vida, sobre os problemas, sobre as ideias, já que isso deixa nosso cérebro mais ágil.

Além do mais, quando nos perguntamos sobre algo, rompemos com a ideia tradicional que tal coisa foi feita dessa forma e pronto e é justamente esse insight que as melhores pontuações do exame têm.

Então, é hora de começar a se perguntar o porquê das coisas, visto que quando escrevemos ou falamos em voz alta ativamos nosso subconsciente, ajudando a separar os pensamentos e criar as conexões mentais em longo prazo.

Somente sendo curioso sobre as coisas que você poderá guardar informações preciosas, que futuramente serão utilizadas na geração de novas ideias e combinações, que com certeza serão bem utilizadas nas sessões do exame.

Espero ter contribuído hoje para abrir a sua mente!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *