Artigos

Tudo sobre Majors and Minors nos EUA

majors-and-minors

Se você quer estudar para uma graduação no exterior, ouvirá muito os termos majors e minors, e perceberá que a liberdade e a flexibilidade com que você pode escolher seus cursos é muito maior em destinos de estudo como os Estados Unidos.

Quer saber agora sobre os termos majors e minors?

Então, continue a leitura deste artigo!

O que é major?

Um diploma de graduação ou bacharelado é chamado de Major em inglês.

Se você tem um diploma de química, por exemplo, você tem um “Major in Chemistry”.

Seu campo Major, ou graduação, é aquele em que você deseja se especializar e seguir uma carreira profissional.

O que é minor?

A Minor não está disponível como opção acadêmica independente; eles devem ser tomados em conjunto com um Major.

Ou seja, comprar créditos e, consequentemente, aulas adicionais, em um área secundária enquanto estuda no exterior.

As Minors podem ser exigidos pelas universidades ou escolhidos pelos estudantes.

Elas são frequentemente interdisciplinares, permitindo que os alunos se matriculem em aulas de qualquer disciplina ou departamento.

Diferença entre Majors e Minors?

Com um diploma de outro país, você terá acesso a um mundo de oportunidades inimagináveis ​​no Brasil.

Esta pode ser uma excelente oportunidade para melhorar muitas habilidades antes da formatura.

Com as opções Major e Minor, dois fatores principais se destacam.

A primeira é que quando um aluno faz o ENEM aos 17 ou 18 anos, ele não sofre nenhuma pressão para determinar todo o seu futuro acadêmico.

Para cursar uma universidade no Brasil, você já deve ter escolhido um curso.

Enquanto isso, você terá a admissão garantida na instituição e poderá experimentar as aulas antes de decidir sobre uma especialização.

Como resultado, quando você escolhe uma especialização, você será mais maduro e experiente.

Temos também outra questão interessante que tem impacto na formação.

Você sabe como algumas pessoas se sentem quando estão fazendo um curso “sem futuro”?

Sabe aquelas pessoas que se matriculam em cursos porque querem a estabilidade que eles podem proporcionar?

Com os Majors e Minors, no entanto, esse tipo de problema pode estar muito distante da vida dos alunos.

Você sempre quis aprender música, mas hesitou por causa da incerteza do seu trabalho?

Considere buscar uma especialização em música enquanto busca outra especialização de graduação.

Esta é uma possibilidade séria em universidades internacionais.

Existem inúmeras oportunidades para estudar no exterior, com muitas delas oferecendo grandes bolsas de estudo.

Algumas universidades e instituições de ensino oferecem bolsas de estudo que cobrem as despesas de ensino, além de ajudar os estudantes internacionais com alimentação, hospedagem e outras necessidades diárias.

Como resultado, estudar no exterior pode ser muito mais acessível do que você pensa!

Por que no exterior a formação tem Major e Minor?

Só que, diferentemente do Brasil, as faculdades do exterior costumam aceitar alunos para uma vaga ao invés de um curso pré-determinado.

Na prática, isso significa que o aluno não precisa saber qual carreira quer seguir antes de entrar na faculdade.

Somente durante as aulas da faculdade, por volta da conclusão da college, o aluno decidirá sobre uma especialização.

Essa metodologia é intrigante, apesar de ser diferente da brasileira.

Isso porque o aluno só decidirá sobre sua graduação depois de ter “experimentado” várias aulas e estar mais bem equipado.

Quando um aluno decide se especializar em um determinado campo, ele está selecionando um Major, que é uma graduação ou bacharelado.

Nesse caso, ele precisará fazer uma sequência de aulas diretamente relevantes.

Um segundo interesse ou uma classe “complementar”, por outro lado, poderia ser escolhido como Minor.

Tipos de Minors

As formações Minors são agora conhecidas por serem complementares à sua formação principal (Major).

Também é vital entender que há dois tipos de Minors.

1. Minors related to a Major

Os Minors estão relacionados aos cursos de graduação, como o próprio nome indica.

Nessa situação, eles podem acabar funcionando como uma base para os alunos que querem se especializar quando terminarem o curso.

Um estudante de Jornalismo, por exemplo, pode optar por um Minor em Relações Internacionais dá início ao aprofundamento em uma área que pode ajudar em um trabalho de jornalista.

2. Freestanding Minor

Existem casos dos Minores independentes para além destes Minores relacionados com a área de formação principal.

Os Freestanding Minors são como são chamados.

As aulas não estão diretamente relacionadas ao Major, mas são projetadas para atender aos desejos e interesses de cada aluno.

Vamos dar uma olhada em uma possibilidade.

A Minor em Artes Cênicas é uma opção para estudantes de Engenharia.

Ou seja, é uma disciplina complementar que não tem nada a ver com o seu campo principal de estudo.

No entanto, é necessário abordar outras áreas do espectro de interesses do aluno em sua formação.

Vale a pena notar que um aluno deve estar matriculado em um Major para estudar qualquer Minor.

Todos os Minores detidos serão incluídos em seu currículo acadêmico, quando você concluir seu curso de graduação.

Nesta abordagem, irão destacar-se no seu currículo porque terá abrangido outras áreas da sua aventura acadêmica para além da formação maioritária.

majors-and-minors

Quanto tempo dura major e minor?

O major geralmente dá ênfase do estudo do curso, com duração média de 36 horas de crédito para cada classe obrigatória, totalizando 4 anos e 120 créditos.

No caso dos minors, frequentemente são necessários três anos de estudo.

Como resultado, a graduação ou bacharelado leva de 3 a 4 anos para ser concluído de acordo com o curso.

Devo cursar Minor no exterior?

Esta é uma formação complementar altamente sugerido se você tiver a opção de seguir um (ou mais) minors enquanto estiver na faculdade.

Por ser uma área secundária e opcional, ela demonstrará em seu currículo que você tem interesse em continuar sua formação.

Como o objetivo é aprender mais e aprimorar seus talentos, isso pode atrair a atenção dos recrutadores durante o processo de seleção.

Vale a pena notar que os Minors raramente são necessários para pedidos de emprego.

Eles podem, no entanto, ajudar o caminho de Minor, especialmente se ela estiver em uma profissão relacionada ao trabalho.

Dessa forma, é uma boa ideia participar deste treinamento adicional se você estuda no exterior e pode fazer seu diploma no exterior.

Por fim, o que achou do conteúdo de hoje?

Ficou ainda com alguma dúvida?

Achou algo interessante que não conhecia?

Conte a nós, comente abaixo, afinal, a sua dúvida pode ser a mesma de outra pessoa e você pode contribuir muito.

 

Avalie a post

Leave a Reply

Your email address will not be published.