Artigos

Melhores faculdades de medicina na Argentina

melhores-faculdades-medicina-argentina

Qualquer pessoa interessada em estudar medicina na Argentina sabe que existem inúmeras opções.

Existem centenas de universidades em todo o país, e decidir qual delas frequentar pode ser um desafio.

Pensando nisso, escolhemos as melhores faculdades de medicina na Argentina que oferecem qualidade fantástica, infraestrutura incrível e tudo o que você precisa para ser um grande profissional.

Por que estudar medicina na Argentina?

Quando você declara que vai estudar medicina em outro país, a qualidade dos cursos é sempre questionada.

Isso ocorre porque muitas pessoas visitam países como o Paraguai sem realizar pesquisas aprofundadas. Como resultado, eles são jogados em golpes.

A Argentina, por outro lado, é outra história.

Afinal, a Argentina abriga a Universidade de Buenos Aires, a maior instituição de ensino superior da América Latina (UBA).

Para se ter uma ideia, cinco das universidades do país estão classificadas entre as 700 melhores no QS World University Ranking by Subject of Medicine.

A UBA é a maior escola de medicina do país. Apenas a Universidade de São Paulo (USP) supera a Universidade de Buenos Aires nesse quesito quando comparada às instituições brasileiras.

Em geral, os cursos oferecidos pelas maiores faculdades brasileiras são comparáveis ​​aos oferecidos pelas melhores universidades da Argentina.

De acordo com a lista do QS, os alunos do curso de medicina da Universidade Nacional do Rosário terão o mesmo nível de instrução que os da Universidade Federal Fluminense (UFF).

Medicina na Argentina: conheça as melhores faculdades

1. Universidade de Buenos Aires (UBA)

É a instituição educacional pública de maior prestígio da Argentina, nacional e globalmente, por oferecer educação acadêmica gratuita e de alta qualidade.

Fica na Capital Federal, Buenos Aires, e tem um número alto de vagas.

É considerada uma das melhores universidades da América Latina. Uma das vantagens mais significativas de estudar medicina na UBA é que ele oferece uma vantagem ao se candidatar a vagas de residência em hospitais locais.

2. Universidade Nacional de La Plata (UNLP)

A Universidade Nacional de La Plata é conhecida por ter o processo de admissão médica mais desafiador do país.

Tem um padrão acadêmico superior ao da UBA e muito menos alunos. Morar em La Plata, que fica a cerca de 60 quilômetros de Buenos Aires, também é significativamente mais barato.

Como você certamente sabe, a capital da Argentina é uma cidade linda, mas cara, então essa pode ser uma ótima opção. UNLP tem um exame de eliminação que limita significativamente o número de alunos que se matriculam no curso.

melhores-faculdades-medicina-argentina

3. Universidade Nacional de Córdoba (UNC)

A Universidad Nacional de Córdoba é a universidade mais antiga da Argentina e tem uma longa história de formação de profissionais médicos.

Também inclui um curso de qualificação, que é um dos mais difíceis da Argentina, com alguns dos melhores professores do país.

Além disso, Córdoba é a segunda maior cidade do país e, ao mesmo tempo, uma cidade universitária que atrai estudantes de toda a Argentina e do mundo.

4. Universidade Nacional de Rosário (UNR)

A Universidade Nacional de Rosario é uma instituição de ensino tradicional argentina na cidade de Rosario, na província de Santa Fé.

Essa universidade se destaca por ser a primeira a aplicar o estilo de ensino PBL (Problem Based Learning), que permite que os alunos participem ativamente do processo de aprendizagem, examinando problemas e casos clínicos.

Os candidatos devem completar um curso obrigatório no MIU (Módulo de Inclusão Universitária) composto por 15 encontros de quatro horas.

5. Universidade Austral

A Universidad Austral é uma das mais novas universidades da Argentina, localizada em Pilar, na província de Buenos Aires.

É uma das mais novas instituições do país, razão pela qual um número crescente de estudantes a escolhe para estudar medicina na Argentina.

O hospital universitário, conhecido como Hospital Austral, é um dos cinco melhores da América Latina em sua categoria, oferecendo mais de 560.000 consultas e realizando cerca de 13.000 procedimentos cirúrgicos por an

6. Fundação H.A. Barceló

A Fundação Barceló é extremamente popular entre os estudantes brasileiros, apesar de sua reputação de ser desafiadora devido às inúmeras provas orais exigidas durante o programa.

Esta é talvez a universidade privada mais econômica em termos de mensalidades. No entanto, isso não afeta a qualidade de sua instrução.

7. Universidade de Negócios e Ciências Sociais (UCES)

A UCES foi fundada em 2001 em Buenos Aires e é uma das faculdades argentinas com a mais ampla gama de ocupações relacionadas à saúde, incluindo Medicina.

Seu objetivo é desenvolver médicos ética e profissionalmente competentes, com foco no ensino superior em avanços médicos contemporâneos.

8. Universidade Católica Argentina (UCA)

A Universidad Católica Argentina está localizada no distrito de Puerto Madero, em Buenos Aires, e oferece dois tipos de programas de medicina: presencial e misto (com presença obrigatória apenas nas aulas de revisão de conteúdo).

Seus candidatos são escolhidos por meio de um único exame aplicado na sede da universidade no final de fevereiro. Aproximadamente 60 pessoas são aceitas a cada ano.

9. Universidade Maimónides (UMAI)

Esta faculdade, também em Buenos Aires, é notável por sua técnica de ensino de aprendizagem baseada em problemas (PBL).

Esta estratégia consiste em apresentar aos alunos problemas que possam encontrar no local de trabalho ou que sejam relevantes para a sua profissão, permitindo-lhes depois resolvê-los em pequenos grupos com a ajuda de tutores.

Esta é uma estratégia única que ajuda na compreensão do tópico e permite que os alunos aprendam através da prática. É uma excelente escolha para pessoas que desejam experimentar um método de aprendizagem diferente.

10. Instituto Universitário Hospital Italiano de Buenos Aires (IUHIBA)

O Instituto Universitário do Hospital Italiano de Buenos Aires oferece um diploma de médico.

É uma das instituições educacionais mais prestigiadas da Argentina.

A carreira vai durar seis anos.

O Processo de Nivelamento e Orientação, que ocorre três vezes ao ano, é utilizado para a admissão de alunos no instituto.

Com carga horária de 60 horas, o curso de nivelamento é semipresencial.

O candidato deve completar uma avaliação composta por 80 questões com base no assunto abordado no final do curso.

Como o Instituto tem vagas limitadas, apenas os candidatos que se saem bem no processo de nivelamento são considerados para o emprego.

Os estudantes estrangeiros também devem passar por um exame de língua espanhola, de acordo com a IUHIBA.

O curso de Medicina custa cerca de R$ 2,1 mil por mês.

O curso de nível custa cerca de R$ 1.500 na escola.

O Diploma de Medicina da Argentina vale no Brasil?

Não há problema

No entanto, alguns procedimentos de revalidação são necessários neste momento.

O teste Revalida, os avisos de revalidação independentes ou o Programa Mais Médicos são opções para médicos que treinam na Argentina.

Espera-se que os profissionais de saúde possam viajar livremente entre os países do Mercosul em um futuro próximo, segundo a ARCU-SUR.

Continue nos acompanhando no blog, pois sempre trazemos um conteúdo novo relacionado ao universo da educação.

 

 

 

Avalie a post

Leave a Reply

Your email address will not be published.