Artigos

Sotaque britânico: curiosidades e diferenças

O inglês é falado em mais de 50 países e é bastante considerado a língua principal em muitos setores da sociedade. 

Por sua vez, o inglês contemporâneo, da forma como é conhecido hoje, teve origem no Reino Unido, mais especificamente na região conhecida como Terra da Rainha, que possui um sotaque distinto com peculiaridades intrigantes.

E, é um engano pensar que o sotaque britânico é apenas uma variante. Na verdade, a língua geralmente falada apresenta pelo diversas características proeminentes que são amplamente preferidas no Reino Unido. 

Então, assim como acontece com o português no Brasil, o sotaque britânico também passa por variações comparáveis.

Essas variações se manifestam em diferentes regiões, como ocorre no Brasil entre o Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Pernambuco, entre outros. Naturalmente, no Brasil, essas variações são mais evidentes devido ao vasto tamanho do país.

Neste artigo completo, vamos responder todas suas dúvidas, curiosidades e diferenças sobre sotaque britânico. 

 

Sotaque britânico na Inglaterra: 14 variações

Você está pronto para conhecer os diversos sotaques encontrados nas regiões onde se fala inglês? 

Aqui, apresentamos os principais sotaques britânicos, suas curiosidades e diferenças:

 

1. Southern

Atualmente, sigo as normas do inglês britânico convencional. As raízes dessa língua estão vinculadas às famílias aristocráticas do sul da Inglaterra, que a utilizavam de maneira refinada e cortês. 

Uma característica marcante é a presença de um “r” silencioso antes de uma consoante, o que resulta no prolongamento da última vogal. 

Por exemplo, a palavra “fire” é pronunciada de forma semelhante a “faia”, enquanto “far” é pronunciado como “faa”.

 

2. West Country

A região oeste da Inglaterra se destaca por sua paisagem rural predominante e um dialeto único, marcado por sons vocálicos prolongados e a pronúncia estendida da letra “r”. 

Além disso, palavras que começam com a letra “s” têm um som de “z”, e aquelas que começam com a letra “f” têm um som de “v”.

Leia também: Visto para Inglaterra: confira os documentos necessários

 

3. Northern

O sotaque da região norte da Inglaterra se assemelha ao sotaque encontrado na parte sul da Escócia. A letra “r” é pronunciada, mesmo com a língua enrolada. 

Além disso, há resquícios da língua inglesa antiga dos anglo-saxões. 

Eles usam o termo “barn” para se referir a uma “criança”, e o termo “yous” é pronunciado como a forma plural de “you”.

 

4. Eastern

A região leste da Inglaterra, onde a língua britânica teve origem, desempenhou um papel importante na formação da base do inglês padrão na Inglaterra. 

No entanto, nessa área, o som “t” que ocorre entre as vogais é pronunciado com uma oclusiva glótica, ou seja, é produzido na garganta.

 

5. West Midlands

O sotaque do centro-oeste inglês, devido à sua localização geográfica, evoluiu com poucas influências externas. 

Assim, é um dos dialetos que ainda preserva vestígios do vocabulário anglo-saxão. 

Naquela região, o uso de termos antigos persiste, como substituir “bay” por “are not” e “ay” por “is not”.

6. Yorkshire

Yorkshire, um grande condado na Inglaterra, abriga muitas pessoas que falam uma versão única do dialeto local. 

Às vezes chamado de “Condado de Deus”, Yorkshire tem um sotaque regional encantador. 

Uma diferença notável entre este dialeto e o inglês padrão (RP) é a pronúncia de palavras que terminam com o som ‘ee’, como ‘nasty’, que são faladas com o som ‘eh’, como em ‘nasteh’.

7. Cockney

Este sotaque britânico é conhecido no Reino Unido e está intimamente ligado a Londres. Originou-se como a linguagem da classe trabalhadora em Londres, especialmente no East End economicamente desfavorecido. 

O dialeto Cockney também influenciou o desenvolvimento de gírias que rimam, ainda comumente usadas por muitos comerciantes do East End que usam o dialeto Cockney em suas barracas no mercado. 

O sotaque cockney é caracterizado pelo uso frequente de “glottal stopss”, isto é,  oclusiva glotal que é o há espaço entre as dobras vocais, que se fecham quando o som é emitido.

Esse sotaque também é caracterizado pela substituição do som ‘th’ por um som ‘f’. 

 

8. Northern Irish

O sotaque da Irlanda do Norte tem uma qualidade envolvente e forte. 

Um ponto interessante sobre esse sotaque britânico é a aparente omissão de letras nas frases faladas. 

Por exemplo, a pronúncia de ‘Northern Ireland’ pode ser soar como ‘Nor’n Ir’sh’.

 

9. Scottish

O dialeto escocês apresenta variações significativas entre diferentes cidades e regiões, ficando gradualmente semelhante ao sotaque irlandês nas Ilhas Ocidentais e adotando características linguísticas parecidas com as línguas nórdicas nas ilhas mais ao norte. 

À medida que a área se torna mais isolada, o sotaque fica mais marcado, tornando desafiador entender inicialmente o das Ilhas Shetland. 

Até mesmo para os escoceses nativos, Glasgow pode representar desafios.

 

10. Scouse

O John, Paul, Ringo e George dos Beatles são famosos por falar o dialeto Scouse. 

O sotaque de Liverpool é conhecido como um dos mais marcantes da Grã-Bretanha.

Ele se destaca por uma qualidade nasal única, o que pode dificultar a imitação no início.

 

11. Posh

O dialeto principal na região sul da Inglaterra é chamado de inglês aristocrático, ou Posh.

Ele está associado a uma pronúncia mais elevada, por vezes até com um toque de arrogância. 

O sotaque é marcado pela enunciação precisa, feita de maneira deliberada e sem alterações.

 

12. Wales

Inglês galês é um sotaque usado para descrever a forma de inglês falada por pessoas que moram no Principado de Gales. 

O sotaque é caracterizado por uma melodia mais pronunciada, e o dialeto muitas vezes inclui palavras novas criadas pela comunidade local.

 

13. Irish

Esse sotaque britânico é usado para descrever o sotaque irlandês é “Inglês Irlandês”. 

Nas áreas rurais, a consoante “r” é pronunciada de maneira constante, independentemente da frase específica. 

Aliás, o inglês irlandês, de modo geral, é conhecido por sua melodia distintiva.

 

14. Brummie

O sotaque Brummie é característico das pessoas de Birmingham que falam o dialeto regional. 

Os Brummies, reconhecidos pelo seu dialeto único, destacam especialmente a pronúncia da letra ‘r’, que tem um som ligeiramente enrolado. A letra ‘y’ frequentemente soa como ‘e’, especialmente no final de frases, como em ‘amigável’.

A série de TV Peaky Blinders, ambientada em Birmingham, oferece uma compreensão mais ampla do dialeto Brummie. 

Vale destacar que o personagem principal, Tommy Shelby, fala com um sotaque Brummie distinto e marcante.

Quer ter acesso a mais conteúdos sobre sotaque da Inglaterra? Então não deixe de acompanhar nosso blog e fique bem informado!

Avalie a post

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *