Artigos

Unidos pela língua: intercâmbios virtuais para fortalecer laços entre países lusófonos

Imagem: EADPLP em Maputo, Moçambique/Divulgação

A Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) propõe um Programa de Educação a Distância em 2023 para incentivar a colaboração entre os países de língua portuguesa. 

Essa proposta foi apresentada durante o 5º Encontro da Associação de Educação a Distância dos Países de Língua Portuguesa (EADPLP) em Maputo, Moçambique. 

O programa será implementado por meio do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) e direcionado a estudantes de graduação. 

Leia também: Quebrando Barreiras: “Paraíba sem Fronteiras” , projeto aprovado para intercâmbio

O objetivo do programa principal é facilitar o intercâmbio virtual entre estudantes, permitindo que temas brasileiros sejam compartilhados com outras nações e vice-versa.

A primeira edição do evento está programada para o primeiro semestre de 2024, após a aprovação das nações participantes. 

A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) será a parceira inicial nesse empreendimento. 

Suzana Gomes, chefe de Educação a Distância da CAPES, destaca a importância do ensino a distância na superação de obstáculos socioeconômicos e geográficos no Brasil e nos países africanos.

Manuel Guilherme Júnior, reitor da UEM, ressalta a relevância das redes na educação a distância, encarando-a como uma progressão inevitável na pedagogia.

 

Fonte: Gov.br

 

Encontrou algum erro no artigo? Avise-nos.

Avalie a post

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *