Artigos

Como adquirir uma carta de recomendação para residência médica?

carta-de-recomendação

Conseguir uma boa carta de recomendação é um dos pontos principais para quem deseja um cargo de residência médica no EUA.

Conseguir essa vaga pode ser algo bem difícil para aqueles que não possuem uma recomendação, tornando o caminho mais árduo e lento, uma vez que grande parte dos cargos oferecidos por universidades nos Estados Unidos exigem essa medida.

É bem provável que durante seu período de exame de licença médica, mas conhecido como UMSLE, você se encontre em condições em que a carta de recomendação será extremamente necessária.

Diante disso, elaboramos esse artigo, que esclarecerá suas dúvidas em relação à carta de recomendação e como adquiri-la.

Confira!

Pode parecer difícil, no entanto é perfeitamente possível obter uma carta de recomendação, e a maneira mais acessível é através do seu Estágio de Medicina.

Porém vale ressaltar que antes de adquirir essa carta, é preciso conseguir uma vaga em algum estágio nos Estados Unidos.

Como conseguir um estágio EUA

Caso não saiba em que empresa deseja operar no Estados Unidos, você pode utilizar os meios digitais para buscar essas informações. Através dos sites dessas instituições você descobrirá se há vagas para estágios.

No entanto, antes de se candidatar, é preciso analisar os requisitos exigidos para admissão, caso você esteja dentro dos critérios estabelecidos, então pode se candidatar para o cargo, com isso você não desperdiçará seu tempo atravessando processos e etapas para no final descobrir que não se encaixa nos padrões estipulados.

O próximo passo é identificar quais documentos precisa enviar e quais testes deverá realizar.

Por último e não menos importante, você pode entrar em contato com coordenador do processo de seleção através de um e-mail, onde demonstra tanto seu interesse em estagiar para aquela empresa quanto seu conhecimento nos requisitos exigidos no site.

Conseguindo uma boa recomendação

Conseguir o estágio foi o primeiro passo para uma boa carta de recomendação, nos Estados Unidos a maioria dos médicos americanos são extremamente seletivos quando se trata de escrever uma boa recomendação.

Saiba que será praticamente impossível conseguir essa carta caso o médico não aprove seu trabalho ou até mesmo seu comportamento.

As chances diminuem mais ainda quando não há qualquer ligação entre você e o profissional, por isso é essencial que você faça seu estágio no país.

Uma dica valiosa é construir uma boa relação antes de pedir por uma carta, até porque o médico não é obrigado a fornecer nenhum documento, por tanto construir um relacionamento de confiança e amizade facilitará essa questão.

Ofereça o melhor de si durante seu estágio, com isso a confiança entre você e seu chefe se fortalecerá, e como resultado disso ele irá escrever uma excelente carta de recomendação.

Vale ressaltar que muitos programas de estágios proíbem o estagiário de solicitar uma carta de recomendação do seu chefe, por tanto se atente as clausulas dos contratos antes de iniciar em uma determinada instituição.

Caso esteja se perguntando se uma carta fornecida por seu professor brasileiro irá funcionar, a resposta é não.

Isso se deve ao fato de que uma recomendação dada por um médico residente no Brasil será uma referência negativa para você, a menos que seu professor seja mundialmente conhecido por suas ações, incluindo os Estados Unidos. Contudo, lembre-se de escolher como referência alguém reconhecido internacionalmente e capacitado em sua profissão.

Quando chegar o momento de solicitar sua recomendação, não faça isso por último, pois seu chefe precisará de tempo para produzir a carta, isso porque certamente ele tem muitos pedidos como esse para realizar, e possivelmente precisará do seu auxílio durante a escrita da carta.

Geralmente os médicos pedem ajuda dos estagiários porque precisam saber de fato o que colocar na carta, as chances de obter uma boa recomendação são maiores quando seu referenciador pode ver você em ação.

Em casos em que as informações são limitadas, provavelmente será enfatizado na carta, como acontece com alunos da graduação que precisam da recomendação para ir à pós-graduação.

Ou seja, caso o aluno tenha tido aulas limitadas com esse determinado professor, ele irá comentar na carta apenas o desempenho que pode notar e não suas habilidades em geral.

carta-de-recomendação

Quais informações contém em uma carta de recomendação

Geralmente os editais de seleção dos estagiários internacionais possuem suas próprias regras referente a formatação das cartas. Inclusive em determinadas seleções, são recomendados formulários de formatos específicos que você terá que seguir para entregar uma boa carta.

Algumas das informações solicitadas na carta de recomendação são:

  • Nome do referente.

  • Posição do referente na instituição, universidade ou ONG.

  • Celular e e-mail para contato.

  • Relação entre o referente e o solicitante da carta.

  • Período de relacionamento entre ambos.

  • Assinatura do referente.

Essas informações constam em uma pequena parte da carta e servem para o caso de a seleção entrar em contato com o referente a fim de averiguar a veracidade dos fatos emitidos na carta de recomendação.

Evitando assim, possíveis fraudes.

Outro ponto importante é se atentar as formas como essas cartas são enviadas, já que o formato pode variar de seleção para seleção. Em uma parte delas, é necessário realizar o upload dentro do processo de candidatura, já em outras seleções, o produtor da carta que precisa enviá-la por e-mail ou site.

O correio também não fica de fora dessa, já que algumas delas solicitam a carta através dele.

Independentemente do formato necessário, é vital fornecer ajuda ao profissional que recomendou sua carta, aliás, ele foi o principal, por tanto não meça esforços para ajudá-lo com essas questões mais burocráticas.

Informações acadêmicas também são necessárias em uma carta de recomendação e serão avaliadas durante o processo de seleção, afinal é através delas que a instituição verá se você possui as características necessárias para atuar na empresa, confira:

  • Potencial acadêmico

  • Possíveis contribuições futuras

  • Capacidade de lidar com problemas e conflitos

  • Hábitos de trabalho

  • Rotina de estudos

  • Capacidade criativa e intelectual

  • Motivação e inteligência emocional

  • Habilidade de liderança

  • Como lida com os mais diversos tipos de situações

Basicamente são esses os requisitos para adquirir uma boa carta de recomendação.

Nossa dica extra é que analise bem o que foi escrito em sua carta, já que alguns profissionais que recomendam as cartas podem fazer uso dela apenas para destacar sua profissão pessoal e não para mostrar a capacidade profissional do estagiário

Leia também

Nosso artigo sobre as mudanças no STEP 1 em 2022 

Avalie a post

Leave a Reply

Your email address will not be published.